DIVULGAÇÃO | A Oposição Sindical no Exílio

O conjunto de informações reunidas por Claudio ao longo de muitos anos de investigação lançam pela primeira vez uma luz sobre essa iniciativa de organização forjada pelos trabalhadores brasileiros que estavam banidos ou exilados na Europa após a instauração da ditadura civil-militar em 1964.

VIII Seminário Internacional de Teoria Política do Socialismo e II Colóquio Internacional Gramsci

Estão abertas as inscrições para o VIII Seminário Internacional de Teoria Política do Socialismo e II Colóquio Internacional Gramsci: As categorias teóricas de Antonio Gramsci e a verdade efetiva das coisas, que será realizado na Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp/Marília entre os dias 9 e 12 de setembro. A submissão de trabalhos deverá... Continuar Lendo →

NOTA | Em defesa do GT Perus, contra a sua eventual extinção ou asfixia financeira

Interdisciplinar, composto por peritos formados em universidades nacionais e profissionais dos IMLs e da Polícia Federal, além de integrantes das equipes peruana e argentina de Antropologia Forense, o GT Perus realizou um trabalho exaustivo, que permitiu a limpeza de todos os restos mortais, armazenados em 1.047 caixas, e a análise minuciosa de cada indivíduo, uma vez que na vala havia corpos de mais de 1.500 pessoas, muitas delas pobres e marginalizadas, ocultados pelo Estado.

A formação do PCB na cidade de São Paulo (1922 – 1930)

No Brasil, o entusiasmo e expectativa com a experiência russa tornou-se resposta para os problemas do movimento operário brasileiro e, com isso, o Partido Comunista do Brasil (PCB) foi fundado em 1922, objetivando construir nas terras brasileiras um partido que operasse segundo os princípios da III Internacional.

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑