Palavra do Editor

A revista Novos Rumos, é expressão político cultural do Instituto Astrojildo Pereira desde o início de 1986, quando começou a circular. A revista (assim como o IAP) passou por fases diversas, acompanhando o fluxo do tempo político e cultural, fazendo parte, na sua miudez, da contradição em processo no nosso tempo. Manteve sempre o objetivo de acompanhar, perscrutar e criticar os fundamentos do tempo presente, mas a partir de um campo cultural e de um ponto de vista teórico e metodológico bem delimitado, que é aquele que tem na obra Karl Marx e no projeto da emancipação humana a sua clara origem e referência. Uma rápida consulta às edições publicadas indica como a revista tem se dedicado a apresentar textos teóricos de qualidade, textos que enriquecem o conhecimento da história do marxismo e do movimento operário e revolucionário, textos que esclarecem a necessidade de se afirmar o trabalho como fundamento do ser social do homem, além de artigos de crítica do imperialismo atual, de critica cultural e outras. O mérito principal da qualidade que a revista exibiu na última década, cabe a toda a diretoria do IAP e ao conselho de redação, mas, principalmente e sem dúvida, ao editor Antonio Roberto Bertelli, que, em outro papel, continuará a colaborar com a revista.

O Instituto Astrojildo Pereira, por sua vez, além da revista Novos Rumos, em especial depois de 1992, tem-se esmerado na recuperação e preservação da memória histórica do movimento operário e das esquerdas. Esse esforço redundou em profícua associação com o CEDEM – Centro de Documentação e Memória da UNESP, que hoje é o depositário do Arquivo Histórico do Movimento Operário Brasileiro do IAP, importante fonte de pesquisa sobre esse tema.
Depois de mais de duas décadas de circulação, a revista Novos Rumos adentra em nova fase, produto da constatação da convergência de ações do Instituto Astrojildo Pereira, do Grupo de Pesquisa “Cultura e Política do Mundo do Trabalho” e de algumas linhas de pesquisa centradas no tema essencial do trabalho, que estão presentes na UNESP. Assim, a partir deste número que reinaugura sua circulação, a revista Novos Rumos passa a ser expressão, como sempre, do IAP, mas agora também do GP Cultura e Política do Mundo do Trabalho e de linha de pesquisa existente na Faculdade de Filosofia e Ciências, dedicada aos estudos sobre As determinações do trabalho: sociabilidade, política e cultura, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais.
A decorrência dessa parceria entre a UNESP-FFC e o IAP, entre outras mudanças, redundou em ampla alteração nos conselhos de redação e editorial da publicação, que assume um perfil intelectual e cultural ainda mais altamente qualificado e de dimensão nacional (e internacional). Aspecto presente desde as origens da publicação, a inserção internacional da Novos Rumos faz parte de uma exigência que seus editores sempre consideraram fundamental para o amplo debate teórico, histórico e cultural, o que trouxe às suas páginas contribuições de autores contemporâneos de ponta, além da imprescindível presença de autores clássicos das ciências sociais e políticas.

Marcos Del Roio
Presidente do Instituto Astrojildo Pereira

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: