Raphael Martinelli, PRESENTE!

No último domingo, dia 16 de fevereiro de 2020, o Brasil perdeu um dos mais importantes líderes do movimento operário nacional. Aos 95 anos de idade, Raphael Martinelli seguia firme na luta pela emancipação da classe trabalhadora e pela construção de uma sociedade justa, fraterna e comunista. Incansável, o líder sindical dedicou sua vida à batalha em defesa do proletariado.

Raphael Martinelli nasceu em 1924, no bairro da Lapa em São Paulo. Começou a trabalhar aos 12 anos e profissionalizou-se operário assim como seu pai e seus irmãos. Passou por várias fábricas até chegar, em 1941, à companhia São Paulo Railway. Militante do Partido Comunista Brasileiro (PCB), foi inserido na categoria dos Ferroviários e tornou-se líder sindical já na década de 1940. Foi um dos fundadores do Comando Geral dos Trabalhadores (CGT – importante entidade sindical no início dos anos 1960), dissolvido pelo golpe militar de 1964. Cassado, passou para a clandestinidade e ajudou a fundar a Ação Libertadora Nacional (ALN), ao lado de Carlos Marighela, Joaquim Câmara Ferreira, José Luiz Del Roio e outros.

Fonte: Outras Mídias / Outras Palavras https://outraspalavras.net/outrasmidias/o-que-perdemos-com-raphael-martinelli/

Foi perseguido por mais de duas décadas e preso duas vezes em decorrência de sua militância política: a primeira em 1955 como líder sindical dos ferroviários e novamente em 1970, como militante de esquerda subversivo, sendo submetido à torturas dentro dos centros de repressão DOI-Codi/SP e Deops/SP e concluindo sua pena no Presídio Tiradentes. Dentre os companheiros presos, Martinelli destacava-se como um dos mais velhos e experientes do grupo. Nesta condição prestou auxílio aos mais jovens aconselhando-os ideologicamente a favor da resistência.

Resultado de imagem para raphael martinelli
Fonte da imagem: Diálogos do Sul / Opera Mundi https://dialogosdosul.operamundi.uol.com.br/especial/63117/lider-ferroviario-e-criador-da-acao-libertadora-nacional-raphael-martinelli-morre-aos-95-anos

Após a redemocratização, colaborou com a fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) e formou-se em Direito e passa a atuar como advogado do Sindicato dos Ferroviários de São Paulo. Cria e vira dirigente do Fórum dos Ex- Presos e Perseguidos Políticos do Estado de São Paulo. Aos 95 anos de idade, Martinelli permanecia convicto de seus ideais socialistas. Ainda ativo na militância política, colaborou com diversas iniciativas em prol do direito à memória, verdade e justiça no país.

Raphael Martinelli, PRESENTE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s